SENSORES DE CONTATO INTEC

A função dos Sensores de Contato INTEC é detectar, contar e classificar veículos. Estes Sensores são adequados para serem instalados na pré e pós-classificação de sistemas de pedágios.

De acordo com a disposição, os sensores podem detectar número de eixos, rodagem dupla e velocidade do veículo. Esses sensores trabalham em conjunto com um equipamento periférico integrado em uma placa de controle.

Os sensores de contato INTEC, trabalham com a maioria das placas detectoras existentes no mercado mundial.

 

A disposição de um só sensor, em uma pista, pode obter dados sobre fluxo veicular, também pode atuar como detector de veículos para ativação de cancelas, sistemas de segurança ou fiscalização de leis de trânsito.

Os sensores de contato INTEC têm a sensibilidade necessária para a detecção de motocicletas. A faixa de velocidades possíveis de se detectar é de 0 a 150 km/h em uma ampla faixa de temperaturas, de -40 a 65º C.

FUNCIONAMENTO

O princípio de funcionamento do sensor de contato INTEC-NAUCRATES é o de um interruptor elétrico possuindo contatos normalmente abertos. Acionado mecanicamente por pressão dirigida, têm saída para dados a dois estados (0, 1) e está dentro das normas para trabalhar com opto-acopladores ou micro-relés. Construtivamente, o sensor é composto por duas lâminas de aço inoxidável, que constituem os eletrodos normalmente abertos, vulcanizados no interior de um material de deformação elástica controlada. É hermeticamente selado junto com um cabo de conexão elétrica.

Quando um corpo em movimento (a roda de um veículo), passa sobre o sensor, o mesmo é elasticamente deformado, produzindo um pulso do circuito contador ao fazer contato em ambos os eletrodos. Uma vez que a roda tenha deixado de fazer pressão, o circuito elétrico se abre por reação mecânica do sensor que retorna a sua condição normal. Consequentemente, a resistência elétrica medida entre os eletrodos varia de acordo com o estado mecânico do sensor, fechado ou aberto, se está acionado pela passagem de um veículo ou não.

 Os valores de resistência elétrica são elevados na condição sensor em repouso, >20 Mohms, medido com um Megôhmetro (tensão aplicada de 500V) e de um valor <1 Ohm quando está acionado, medido com um Ôhmímetro ou Multímetro. Estes valores de resistência elétrica são estáveis durante a vida útil do sensor e não variam com as mudanças de temperatura dentro dos extremos da faixa (-40 a 65ºC), não requerendo, portanto, calibrações de compensação. O tempo de ativação do sensor é <10 µs medidos para velocidades de 30 a 150 km/h com um veiculo leve (automóvel) e o tempo de desativação é <100 µs para as mesmas condições.

FICHA TÉCNICA

© 2019 por Naucrates